A LIBERDADE DO SKETCHBOOK

A LIBERDADE DO SKETCHBOOK

Eu poderia simplesmente começar esse post fazendo uma referencia grotesca do bom e velho sketchbook, dizendo que ele é um tipo de material pra você descartar tudo de forma desordenada e sem muito critério. Mas seria uma injustiça e uma enorme ingratidão fazer isso com o nosso querido amigo companheiro.

Existem diversas maneiras para utilização do sketchbook, muitos artistas ou outros criativos usam para esboçar composições que mais tarde poderá ser uma obra de arte, ou as vezes simplesmente fica no caderno somente para registro do lugar, paisagem ou escrita. É uma oportunidade para o artista ver sua evolução nos estudos, pois vai conseguir ver gradativamente os resultados alcançados e além de ser um grande aliado no processo criativo.

“Nossa mente é magica, rica e com grandes idealizações, o sketchbook nos ajuda a transcender.”

O mais importante é fazer rascunhos sem muita preocupação de perfeição, o interessante é ver como se pode evoluir tendo habito de treinos constantes no sketchbook, tenho vários cadernos que possuem somente rascunhos e nada acabado, alguns desenhos detalhados, mas o resto só usei para treino; ideal é utilizar mais de um caderno para técnicas diferentes

Particularmente sempre que possível carrego esse diário de ideias comigo, com ele posso fazer os primeiros traços de um desenho, anotar inspirações para um novo projeto, marcar anotações de palestras, aulas, workshops etc. Seu uso vai além de rabiscos, é uma extensão do pensamento em que ele serve como ferramenta para registrar conceitos magnificos ou simplesmente anotar o numero do telefone de alguém.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *